Graduação

Logística

O promissor ambiente econômico brasileiro, o modelo de desenvolvimento de mercados baseados na inovação e a necessidade de aproximar fornecedores e mercados consumidores, transformaram o nordeste setentrional (Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba) em um oásis para direcionamento dos fluxos logísticos para os mercados de todo o mundo.

Parte desse movimento pode ser observado nos investimentos públicos e privados em infraestrutura rodoviária e aeroportuária, bem como no número crescente de indústrias que escolhem essa região para instalar suas operações, caracterizando ainda mais o Rio Grande do Norte como polo logístico de extrema relevância para empresas competitivas que utilizam estratégias logísticas para potencializar seus resultados. Não obstante, a qualificação profissional para agentes logísticos assumiu a partir de então a característica de agente limitante do desenvolvimento local, visto que a disponibilidade de profissionais da área para atender às demandas não é suficiente para a quantidade de fluxos que permeiam o estado.

Neste sentido, o Curso Superior de Tecnologia em logística do UNIFACEX considerou imperativo que os profissionais da área estejam preparados para desenvolver novas estratégias baseadas no conhecimento e desempenho de seus processos produtivos e de suas operações de mobilidade, assumindo gradativamente responsabilidades mais claras na definição das estratégias organizacionais, uma vez que uma adequada gestão da cadeia de suprimentos (supply chain management) é capaz de integrar toda a cadeia produtiva, desde os fornecedores e produtores até os consumidores finais, agregando valor, reduzindo custos e alcançando os clientes com maior agilidade, eficiência e eficácia.

OBJETIVO

Formar profissionais nos ambiente sinérgico, sistêmico e integrado, capazes de aperfeiçoar processos produtivos dimensionando suas relações com os subsistemas de compras, armazenagem e distribuição nos diferentes segmentos empresariais, modelando-os a custos competitivos, sob condições mercadológicas controladas ou adversas.

CARACTERÍSTICAS
  • Denominação: Curso Superior de Tecnologia em Logística;
  • Duração: 2 (dois) anos;
  • Regime de matrícula: por módulo;
  • Autorizado pelo MEC – portaria nº 012/2010-MEC.
FUNDAMENTOS PEDAGÓGICOS

O UNIFACEX entende que as atividades de aprendizagem social, profissional e cultural devem se realizar por meio da participação em situações reais de vida e trabalho na sua área de estudos. A estas atividades damos o nome de Práticas, que devem propiciar a complementação do ensino e da aprendizagem e são planejadas, executadas e avaliadas em conformidade com o projeto pedagógico do curso e com o calendário acadêmico, a fim de se constituir em instrumento de integração, treinamento prático, aperfeiçoamento técnico, cultural, científico e de relacionamento humano.

Neste sentido, buscando sistematizar e concretizar estas práticas, destaca-se os projetos integradores visando, sobretudo, a articular e a inter-relacionar os saberes desenvolvidos pelas unidades curriculares em cada módulo ou período letivo, contribuir para a construção da autonomia intelectual dos alunos, assim como formar atitudes de cidadania, de solidariedade e de responsabilidade social.

PÚBLICO ALVO

O Curso de Tecnologia em Logística objetiva atingir pessoas que desejam:

  • O aperfeiçoamento no atendimento às necessidades de conhecimentos teóricos e práticos em logística;
  • Assumir responsabilidades como gestores envolvidos com as diversas áreas funcionais da Logística e distribuição como gerenciamento da cadeia de suprimentos, administração de transporte, armazenagem, estoques, compras, processamento de pedidos e distribuição que buscam obter uma visão integrada dos objetivos dessas áreas;
  • Operar nas áreas de interface com a Logística como Marketing, Finanças e Produção;
  • Posicionar-se como executivos, empreendedores e profissionais liberais interessados em utilizar a logística empresarial como ferramenta de redução de custos e aumento de competitividade na cadeia de suprimentos.
DIFERENCIAIS
  • Corpo docente qualificado formado por profissionais com larga experiência na gestão da função logística;
  • Biblioteca com acervo específico, atualizado e excelente infraestrutura;
  • Infraestrutura completa, com modernos laboratórios e estacionamento próprio gratuito;
  • Foco na realidade logística do estado, permitindo ao aluno conhecer os sistemas logísticos que atuam na região;
  • Formação completa em 2 anos;
  • Devido ao projeto integrado com a pós-graduação, o aluno pode cursar a graduação e uma pós-graduação em três anos e meio;
  • Certificação intermediária ao final de cada módulo cursado, permitindo a colocação no mercado ainda no início do curso.
PERFIL DO ALUNO FORMADO

O Tecnólogo em Logística do UNIFACEX aplicará um composto de competências e habilidades profissionais com aporte ético e compromisso sustentável no desenvolvimento das organizações e na sociedade. Sendo o perfil profissional, definido por competências e habilidade gerais definidas, como:

  • Projetar, planejar e executar sistemas de movimentação de materiais que auxiliem no gerenciamento e implantação de projetos logísticos;
  • Estabelecer indicadores de desempenho que auxiliem os processos logísticos adequando-os ao modelo de gestão proposto para a organização;
  • Atuar como gestor logístico na área de Transportes, desenvolvendo critérios de seleção, avaliação e desenvolvimento de fornecedores;
  • Identificar, selecionar, avaliar, implantar e controlar tecnologias da Informação que apoiem as atividades de movimentação interna e externa;
  • Aplicar ferramentas de gestão adequada ao fluxo de informações e materiais do processo logístico com vistas à redução do tempo de setup e atendimento dos requisitos de mercado;
  • Selecionar e organizar insumos produtivos necessários para o funcionamento do sistema organizacional, com o objetivo de disponibilizá-los em fluxos otimizados dos resultados e atenuação de riscos;
  • Elaborar projetos, laudos, relatórios, pareceres e planos em condições de análise mercadológica, definindo estratégias de operações direcionadas ao potencial competitivo da organização.
PERSPECTIVAS

Os graduados do CST em Logística poderão atuar no mercado de trabalho nas seguintes grandes áreas:

  • Analista de sistemas logísticos;
  • Coordenação de suprimentos;
  • Coordenação da área de armazenagem, movimentação e distribuição;
  • Coordenação de expedição;
  • Gestor de expedição, transportes, distribuição, produção e materiais;
  • Gestor de rotas e distribuição;
  • Chefe de almoxarifado;
  • Consultor.
DISTRIBUIÇÃO CURRICULAR

O Curso Superior de Tecnologia em Logística é dividido pelas seguintes Unidades Curriculares:

  • Fluxos de Funcionamento Organizacional;
  • Modelagem de Sistemas logísticos;
  • Projetos de Logística Empresarial;
  • Sistemas de Movimentação Interna;
  • Planejamento da Distribuição;
  • Distribuição Física;
  • Redes de Suprimentos e Processos Organizacionais;
  • Sustentabilidade de Processos Logísticos;
  • Tecnologia Aplicada.
AVALIAÇÃO DE ENSINO APRENDIZAGEM

O processo de avaliação é composto por duas unidades avaliativas intituladas de unidades, respectivamente, I e II. Em cada unidade, o estudante é submetido a atividades avaliativas denominadas de parcial e principal e, ao seu término, deverá integrar um valor de 10 (dez) pontos. Assim temos uma ou mais atividades avaliativas chamadas de parciais, com peso total de 3,0 (três) pontos (livremente distribuídas entre a quantidade de avaliações parciais), nas quais o professor poderá escolher a aplicação de atividades avaliativas em grupos ou individuais, sejam relatórios, seminários, trabalhos, pesquisas, dentre outros.

Para efeito de complementação da nota de cada unidade, temos a avaliação principal para todas as disciplinas regulares do currículo do curso com peso 7,0 (sete) pontos, em caráter individual, em sala de aula, dentro do calendário de provas divulgado pela coordenação do curso.

Conforme já mencionado, a cada verificação de aproveitamento de cada uma das unidades avaliativas é atribuída uma nota total, expressa em grau numérico de zero a dez. Atendidas, em qualquer caso, a frequência mínima de setenta e cinco por cento às aulas e demais atividades acadêmicas, é considerado aprovado o aluno que:

Obtiver nota de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete), resultado da média aritmética das notas das duas unidades avaliativas realizadas no semestre letivo;

Mediante exame final, cuja nota obtida somada à média do primeiro semestre, corresponda à média aritmética igual ou superior a 6,0 (seis). Ressalte-se que, para o discente ser submetido ao exame final, faz-se necessário que tenha obtido uma média semestral maior ou igual a 3,0 (três) e inferior a 7,0 (sete).

Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
YOUTUBE
Instagram