Graduação

Engenharia Civil

O engenheiro civil egresso do UNIFACEX possui formação generalista e poderá atuar na elaboração e gestão de projetos, fiscalização, direção, execução e gestão de obras no setor de edificações, transportes, sistemas sanitários e geração de energia, além de ter a possibilidade de trabalhar com ensino, pesquisa, consultoria e assessoria. Dentre as atividades desenvolvidas pelo engenheiro civil, podem-se destacar a de construção de edifícios, construções industriais, terraplanagem, recuperação de estruturas, vendas técnicas, gerenciamento, orçamento e planejamento de obras.

OBJETIVOS

O curso de Engenharia Civil do UNIFACEX tem com objetivo desenvolver as habilidades e competências necessárias para a atuação diferenciada do profissional de engenharia civil no mercado de trabalho, garantindo um maior leque de atribuições junto aos Conselhos Regionais de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, através de proposta inovadora e abrangente (plena), com sólida formação técnica e de gestão.

DIFERENCIAL UNIFACEX

O curso de Engenharia Civil do UNIFACEX traz como diferencial uma proposta pedagógica inovadora que concilia a formação generalista exigida para o profissional da engenharia civil com princípios de gestão, através de modernas metodologias de ensino baseadas na contextualização/situação-problema/estudo de caso/problematização. Ademais, o curso proporciona maior aproximação dos alunos junto ao mercado de trabalho através da realização de visitas técnicas, palestras, seminários e outros eventos; bem como disponibiliza uma excelente infraestrutura de sala de aula, biblioteca e laboratórios (gerais e específicos).

PERFIL DO EGRESSO

O perfil do egresso do Curso de Engenharia Civil do UNIFACEX obedece aos requisitos das Diretrizes Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia, ou seja, o profissional terá uma formação sólida técnico-científica, podendo assim adequar-se rapidamente às mudanças tecnológicas e às exigências de um mercado globalizado e competitivo. Neste contexto, o profissional da área deverá demonstrar as seguintes competências e habilidades:

  • aplicação de conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia civil;
  • comunicação oral e escrita eficientes;
  • compreensão e aplicação da ética e das responsabilidades profissionais;
  • projeção e condução de experimentos e interpretação de resultados;
  • planejamento, supervisão, elaboração e coordenação de projetos e serviços de engenharia civil;
  • identificação, formulação e resolução de problemas de engenharia civil;
  • seleção e identificação materiais adequados para os respectivos usos dentro da construção;
  • desenvolvimento e/ou utilização de ferramentas e técnicas voltadas à engenharia civil;
  • supervisão e avaliação critica das operações no âmbito da engenharia civil;
  • ação em equipes multidisciplinares;
  • compreensão e aplicação da ética e responsabilidades profissionais;
  • avaliação do impacto das atividades da engenharia civil no contexto social e ambiental;
  • avaliação da viabilidade econômica de projetos ligados à área de engenharia civil;
  • postura de busca permanente de atualização profissional.

INSTALAÇÕES

  • Salas de aula climatizadas e adequadas ao número de alunos;
  • Laboratórios de informática com equipamentos e softwares atualizados que promovem a vivência da gestão organizacional;
  • Biblioteca como um vasto acervo na área de Administração e com acesso online;
  • Auditórios modernos equipados com sistema de som e multimídia;
  • Grande estacionamento;
  • Lanchonetes;
  • Serviço de reprografia;
  • Apoio Psicopedagógico.

AVALIAÇÃO DE ENSINO APRENDIZAGEM

O processo de avaliação é composto por duas unidades avaliativas intituladas de unidades, respectivamente, I e II. Em cada unidade, o estudante é submetido a atividades avaliativas denominadas de parcial e principal e, ao seu término, deverá integrar um valor de 10 (dez) pontos. Assim temos uma ou mais atividades avaliativas chamadas de parciais, com peso total de 3,0 (três) pontos (livremente distribuídas entre a quantidade de avaliações parciais), nas quais o professor poderá escolher a aplicação de atividades avaliativas em grupos ou individuais, sejam relatórios, seminários, trabalhos, pesquisas, dentre outros.

Para efeito de complementação da nota de cada unidade, temos a avaliação principal para todas as disciplinas regulares do currículo do curso com peso 7,0 (sete) pontos, em caráter individual, em sala de aula, dentro do calendário de provas divulgado pela coordenação do curso.

Conforme já mencionado, a cada verificação de aproveitamento de cada uma das unidades avaliativas é atribuída uma nota total, expressa em grau numérico de zero a dez. Atendidas, em qualquer caso, a frequência mínima de setenta e cinco por cento às aulas e demais atividades acadêmicas, é considerado aprovado o aluno que:

Obtiver nota de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete), resultado da média aritmética das notas das duas unidades avaliativas realizadas no semestre letivo;

Mediante exame final, cuja nota obtida somada à média do primeiro semestre, corresponda à média aritmética igual ou superior a 6,0 (seis). Ressalte-se que, para o discente ser submetido ao exame final, faz-se necessário que tenha obtido uma média semestral maior ou igual a 3,0 (três) e inferior a 7,0 (sete).

RSS
Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
Instagram