Serviço Social

Graduação


SOBRE O CURSO

O assistente social faz o planejamento e a execução de políticas públicas e de programas sociais voltados para o bem-estar coletivo e para a integração do indivíduo na sociedade, analisando e propondo ações para melhorar as condições de vida de crianças, adolescentes e adultos.

 

DIFERENCIAIS

  • Pioneiro no Ensino de Serviço Social na rede particular no RN (15 anos de funcionamento);
  • Pontuação Máxima nos processos de conhecimento e Reconhecimento pelo MEC;
  • Pontuação no ENADE acima da média nacional;
  • Em  Natal, o UNIFACEX foi a única instituição privada que teve o curso de Serviço Social com ENADE 4 em 2016;
  • Efetivação da responsabilidade social através de projetos de extensão junto à comunidade natalense, em parceria com instituições públicas e não-governamentais;
  • Salas de aula climatizadas e adequadas ao número de alunos;
  • Laboratórios de informática com equipamentos e softwares atualizados que promovem a vivência da gestão organizacional;
  • Biblioteca como um vasto acervo na área de Administração e com acesso online;
  • Auditórios modernos equipados com sistema de som e multimídia;
  • Grande estacionamento;
  • Lanchonetes;
  • Serviço de reprografia;
  • Apoio Psicopedagógico.

ÁREA DE ATUAÇÃO

A proposta do Curso de Serviço Social é formar assistentes sociais preparados para administrar, planejar e executar serviços sociais e programas institucionais, ampliando os espaços de participação e acesso dos cidadãos aos direitos e benefícios sociais. Através de três núcleos de formação (Básica, Geral e Cultural e Profissional), são oferecidos ao aluno elementos para a compreensão das necessidades humanas e sociais.

 

Dado o mercado local, o egresso do curso pode atuar como Assistente Social nas funções de prestador de serviços assistenciais, educador, mobilizador pesquisador, gestor, assessor e consultor na esfera dos direitos nos seguintes campos de atuação:

 

  • Instituições Públicas – Federal, Estadual e Municipal;
  • Organizações privadas;
  • Organizações populares;
  • Entidades e organizações não-governamentais.

AVALIAÇÃO

O processo de avaliação é composto por duas unidades avaliativas intituladas de unidades, respectivamente, I e II. Em cada unidade, o estudante é submetido a atividades avaliativas denominadas de parcial e principal e, ao seu término, deverá integrar um valor de 10 (dez) pontos. Assim temos uma ou mais atividades avaliativas chamadas de parciais, com peso total de 3,0 (três) pontos (livremente distribuídas entre a quantidade de avaliações parciais), nas quais o professor poderá escolher a aplicação de atividades avaliativas em grupos ou individuais, sejam relatórios, seminários, trabalhos, pesquisas, dentre outros.

 

Para efeito de complementação da nota de cada unidade, temos a avaliação principal para todas as disciplinas regulares do currículo do curso com peso 7,0 (sete) pontos, em caráter individual, em sala de aula, dentro do calendário de provas divulgado pela coordenação do curso.

 

Conforme já mencionado, a cada verificação de aproveitamento de cada uma das unidades avaliativas é atribuída uma nota total, expressa em grau numérico de zero a dez. Atendidas, em qualquer caso, a frequência mínima de setenta e cinco por cento às aulas e demais atividades acadêmicas, é considerado aprovado o aluno que:

 

  • Obtiver nota de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete), resultado da média aritmética das notas das duas unidades avaliativas realizadas no semestre letivo;

 

  • Mediante exame final, cuja nota obtida somada à média do primeiro semestre, corresponda à média aritmética igual ou superior a 6,0 (seis). Ressalte-se que, para o discente ser submetido ao exame final, faz-se necessário que tenha obtido uma média semestral maior ou igual a 3,0 (três) e inferior a 7,0 (sete).

POLÍTICA PEDAGÓGICA

O Projeto Político Pedagógico do Curso é acompanhado pela Coordenação do Curso e pelo Núcleo Docente Estruturante (NDE), visando seu aprimoramento e melhoria continuados dentro de um processo de atualização focado basicamente nas mudanças pedagógicas e curriculares que o curso precisa implementar, no tempo e no espaço, no seu cotidiano acadêmico e fazer pedagógico.

 

As disciplinas da matriz curricular são ofertadas presencialmente ou EAD, quando ocorrer pela segunda forma, esta deve estar em conformidade com a Portaria MEC Nº 1.134 de10/10/2016.

INFORMAÇÕES


Documentos