Arquitetura e Urbanismo

Graduação

Manhã/
Noite

Capim Macio


Conceito ENADE

SOBRE O CURSO

O Curso Arquitetura e Urbanismo, de acordo com as suas Diretrizes Curriculares tem como ênfase a formação de Profissionais generalistas, aptos a compreender e traduzir as necessidades tanto de indivíduos, como de grupos sociais e comunidade, com relação à concepção, organização e construção do espaço interior e exterior, abrangendo o urbanismo, a edificação, o paisagismo, bem como a conservação e a valorização do patrimônio construído, a proteção do equilíbrio do ambiente natural e a utilização racional dos recursos disponíveis. Além de contemplar todos os princípios assinalados pelas Diretrizes Curriculares, o UNIFACEX preconiza um Curso de Arquitetura e Urbanismo conectado com as novas demandas do mercado potiguar, propondo para isto dois eixos de atuação que balizam o curso: o enfoque em gestão e em Arquitetura de Interiores e Paisagismo.    

DIFERENCIAIS

Em sendo generalista, o profissional arquiteto urbanista precisa dialogar e articular uma gama variada de profissionais, que orbitam o projeto em seu processo de execução, sendo imprescindíveis conhecimentos de gestão que o instrumentalizem neste gerenciamento. É no intuito de diferenciar nosso profissional, que curso de Arquitetura e Urbanismo do UNIFACEX insere em sua grade curricular, disciplinas obrigatórias que envolvem técnicas e estratégias de gestão, que preparam o profissional para esta competência indispensável.

 

Considerando o fenômeno de intensa urbanização pelo qual as cidades brasileiras têm passado nos últimos anos, desde os anos 1990 Natal têm se destacado no processo de crescimento e fortalecimento de seu espaço urbano, e especialmente a recente exposição da cidade com a realização da Copa 2014,, espera-se um impulso na área de construção civil, com reflexos para o aumento da produção de novos projetos e reformas, tanto de espaços externos como internos, para os quais o profissional precisa se preparar através de sólidos conhecimentos teóricos e práticos, voltados à absorção, à utilização e à integralização de tecnologias inovadoras da área da construção civil.

 

Partindo da premissa de que projeto se aprende praticando e não só teorizando, o curso de Arquitetura e Urbanismo do UNIFACEX idealizou um curso com forte vocação projetual, no qual o aluno entra em contato com disciplinas que o estimulam na resolução de problemas de projetos desde o primeiro ao último semestre, familiarizando-o desde o princípio com a realidade do mercado de trabalho. E neste bloco de disciplinas, destacamos os projetos de arquitetura de interiores (uma demanda há muito existente no RN) e os de paisagismo (em franca expansão impulsionada pelos atuais problemas ambientais e busca pela sustentabilidade).

AVALIAÇÃO

O processo de avaliação é composto por duas unidades avaliativas intituladas de unidades, respectivamente, I e II. Em cada unidade, o estudante é submetido a atividades avaliativas denominadas de parcial e principal e, ao seu término, deverá integrar um valor de 10 (dez) pontos. Assim temos uma ou mais atividades avaliativas chamadas de parciais, com peso total de 3,0 (três) pontos (livremente distribuídas entre a quantidade de avaliações parciais), nas quais o professor poderá escolher a aplicação de atividades avaliativas em grupos ou individuais, sejam relatórios, seminários, trabalhos, pesquisas, dentre outros.

 

Para efeito de complementação da nota de cada unidade, temos a avaliação principal para todas as disciplinas regulares do currículo do curso com peso 7,0 (sete) pontos, em caráter individual, em sala de aula, dentro do calendário de provas divulgado pela coordenação do curso.

 

Conforme já mencionado, a cada verificação de aproveitamento de cada uma das unidades avaliativas é atribuída uma nota total, expressa em grau numérico de zero a dez. Atendidas, em qualquer caso, a frequência mínima de setenta e cinco por cento às aulas e demais atividades acadêmicas, é considerado aprovado o aluno que:

 

Obtiver nota de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete), resultado da média aritmética das notas das duas unidades avaliativas realizadas no semestre letivo;

 

Mediante exame final, cuja nota obtida somada à média do primeiro semestre, corresponda à média aritmética igual ou superior a 6,0 (seis). Ressalte-se que, para o discente ser submetido ao exame final, faz-se necessário que tenha obtido uma média semestral maior ou igual a 3,0 (três) e inferior a 7,0 (sete).

POLÍTICA PEDAGÓGICA

O Projeto Político Pedagógico do Curso é acompanhado pela Coordenação do Curso e pelo Núcleo Docente Estruturante (NDE), visando seu aprimoramento e melhoria continuados dentro de um processo de atualização focado basicamente nas mudanças pedagógicas e curriculares que o curso precisa implementar, no tempo e no espaço, no seu cotidiano acadêmico e fazer pedagógico.

 

As disciplinas da matriz curricular são ofertadas presencialmente ou EAD, quando ocorrer pela segunda forma, esta deve estar em conformidade com a Portaria MEC Nº 1.134 de10/10/2016.

RECONHECIMENTOS

3

Conceito ENADE

INFORMAÇÕES

ENADE: 3

CPC: 3

CC: 5