Graduação

Políticas e Estratégias Públicas

OBJETIVOS

O curso superior de tecnologia em Políticas e Estratégias Públicas tem como objetivo formar profissionais preparados para desenvolver as atividades em sua área de atuação, o que inclui: diagnosticar o cenário político, econômico, social e legal na totalidade da gestão governamental, dotado de instrumentos de gestão no universo da gestão pública moderna.

DIFERENCIAIS

Atividades, ações e características produtivas e eficazes de envolvimento do corpo discente.

Proposta pedagógica concebida com o objetivo de sistematizar, facilitar e agregar valor ao processo de ensino-aprendizagem, por meio da convergência de assuntos similares ou afins

ÁREA DE ATUAÇÃO

O profissional formado pelo CST em Políticas e Estratégias Públicas está apto a desempenhar funções em prefeituras, partidos políticos, órgãos governamentais, legislativos e sindicatos. Planeja, implanta, supervisiona e avalia projetos e programas de políticas públicas, voltados para o desenvolvimento local e regional. Avalia e emite parecer técnico em sua área de formação. Pode ser solicitado como consultor, atuando no planejamento, no marketing governamental e em campanhas eleitorais de todos os níveis. Pode ainda atuar como assessor de parlamentares ou analista político.

AVALIAÇÃO DE ENSINO APRENDIZAGEM

O processo de avaliação é composto por duas unidades avaliativas intituladas de unidades, respectivamente, I e II. Em cada unidade, o estudante é submetido a atividades avaliativas denominadas de parcial e principal e, ao seu término, deverá integrar um valor de 10 (dez) pontos. Assim temos uma ou mais atividades avaliativas chamadas de parciais, com peso total de 3,0 (três) pontos (livremente distribuídas entre a quantidade de avaliações parciais), nas quais o professor poderá escolher a aplicação de atividades avaliativas em grupos ou individuais, sejam relatórios, seminários, trabalhos, pesquisas, dentre outros.

Para efeito de complementação da nota de cada unidade, temos a avaliação principal para todas as disciplinas regulares do currículo do curso com peso 7,0 (sete) pontos, em caráter individual, em sala de aula, dentro do calendário de provas divulgado pela coordenação do curso.

Conforme já mencionado, a cada verificação de aproveitamento de cada uma das unidades avaliativas é atribuída uma nota total, expressa em grau numérico de zero a dez. Atendidas, em qualquer caso, a frequência mínima de setenta e cinco por cento às aulas e demais atividades acadêmicas, é considerado aprovado o aluno que:

  • Obtiver nota de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete), resultado da média aritmética das notas das duas unidades avaliativas realizadas no semestre letivo;
  • Mediante exame final, cuja nota obtida somada à média do primeiro semestre, corresponda à média aritmética igual ou superior a 6,0 (seis). Ressalte-se que, para o discente ser submetido ao exame final, faz-se necessário que tenha obtido uma média semestral maior ou igual a 3,0 (três) e inferior a 7,0 (sete).

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO

O Projeto Político Pedagógico do Curso é acompanhado pela Coordenação do Curso e pelo Núcleo Docente Estruturante (NDE) , visando seu aprimoramento e melhoria continuados dentro de um processo de atualização focado basicamente nas mudanças pedagógicas e curriculares que o curso precisa implementar, no tempo e no espaço, no seu cotidiano acadêmico e fazer pedagógico. As disciplinas da matriz curricular são ofertadas presencialmente ou EaD, quando ocorrer pela segunda forma, esta deve estar em conformidade com a Portaria MEC Nº 1.134 de10/10/2016.